Description of the project

 

O programa Erasmus Mundus

Erasmus Mundus 2009-2013 é um programa de cooperação e mobilidade na área de Ensino Superior, implementado pela Agência Executiva de Educação, Audiovisual e Cultura (EACEA – Education, Audiovisual and Culture Executive Agency). No caso do Erasmus Mundus Ação 2 – Vertente 1 (EMA2 – STRAND 1), no qual o Projeto IBRASIL está sendo desenvolvido, a gestão é realizada sob a supervisão da Direção Geral EuropeAid (DG Aidco).
Os principais objetivos do EMA2 – STRAND 1 são:

  • Promover o Ensino Superior Europeu;
  • Incentivar o reforço e a melhoria das perspectivas de carreira dos estudantes;
  • Favorecer o entendimento intercultural por meio da cooperação com outros países, em harmonia com os objetivos da política externa da UE, com a meta de contribuir para o desenvolvimento sustentável do Ensino Superior de países terceiros.

Esta vertente inclui parcerias entre Instituições de Ensino Superior de países europeus e terceiros, mobilidade em vários níveis de Ensino Superior e também um sistema de bolsas de estudos.

 

O Projeto IBRASIL

A associação IBRASIL, que significa “Brasil Abrangente e Inovador”, surgiu de uma colaboração extensa e madura entre universidades brasileiras e europeias. É composta por 11 Instituições de Ensino Superior brasileiras e 9 europeias de diferentes países, onde vários idiomas são falados: espanhol, português, francês, romeno, italiano, alemão, eslovaco e grego. Essa diversidade linguística existe ao lado da geográfica, que ajudou a criar essa associação com base em programas atrativos e de alta qualidade nas áreas de Educação, Treinamento de Professores, Engenharia e Tecnologia.
O projeto é implementado de acordo com a estrutura do Erasmus Mundus, Ação 2 – VERTENTE 1, Lote 16, Brasil. No total, 177 bolsas de estudos estão disponíveis para mobilidades de estudantes e membros da equipe do Brasil para a Europa e vice-versa.
Os principais objetivos do IBRASIL são:

  • Treinar uma nova geração de professores, engenheiros e pesquisadores altamente qualificados que estejam abertos a valores adicionais e à inovação social e tecnológica;
  • Promover programas conjuntos sustentáveis e pesquisas em comum, envolvendo estudantes, corpo docente e pesquisadores brasileiros e europeus;
  • Aumentar a colaboração entre as Instituições de Ensino Superior europeias e brasileiras, além de promover ferramentas que possibilitam a cooperação internacional e o reconhecimento acadêmico das mobilidades dos estudantes.

 

Bolsas de estudos

Na Tabela A se encontram as bolsas de estudos disponíveis, dependendo do Grupo de Destino ao qual você pertence (por favor consulte as definições COMPLETAS dos Grupos de Destino 1, 2 e 3 na seção “Candidatura”).

 

TABELA A

 

Grupo de Destino 1: Os candidatos Europeus e Brasileiros têm que estar inscritos numa das universidades Europeias ou Brasileiras membros do consórcio IBRASIL na altura do envio da candidatura.

Estudantes de graduação
Estudantes europeus e brasileiros 1 ou 2 semestres
Estudantes de mobilidade de doutorado (sanduíche) Estudantes europeus e brasileiros 6 ou 10 meses
Estudantes de doutorado pleno Estudantes europeus 36 meses
Estudantes de pós-doutorado Estudantes brasileiros 6 meses
Equipe Membros europeus e brasileiros 1 mês

 

Grupo de Destino 2: Os candidatos Europeus e Brasileiros têm que estar inscritos numa universidade Europeia ou Brasileira NÃO MEMBRO do consórcio IBRASIL.

Estudantes de mobilidade de doutorado (sanduíche) Estudantes europeus e brasileiros 6 ou 10 meses
Estudantes de doutorado pleno Estudantes europeus e brasileiros 36 meses
Estudantes de pós-doutorado Estudantes brasileiros 10 meses
Equipe Membros europeus e brasileiros 1 mês

 

Grupo de Destino 3: Este grupo apenas se aplica a candidatos Brasileiros. Os candidatos elegíveis são os que estão numa situação particularmente vulnerável por motivos sociais e políticos.

Estudantes de graduação Estudantes brasileiros 1 ou 2 semestres
Estudantes de doutorado pleno Estudantes brasileiros 36 meses

 

OBSERVE que um membro da equipe de uma instituição associada não poderá se candidatar à bolsa de estudos do Grupo de Destino 3, pois não há bolsas de estudos disponíveis para equipes nesse grupo de destino.

OBSERVE que o esquema de mobilidade do Projeto determina que os participantes brasileiros podem se candidatar somente em instituições europeias parceiras e que os participantes europeus podem se candidatar somente em instituições brasileiras parceiras. O principal objetivo desse esquema de fluxo de mobilidade é reforçar a cooperação entre as Instituições de Ensino Superior brasileiras e europeias.

 

Áreas de estudo elegíveis

  • De acordo com as diretrizes da Comissão Europeia, estudantes e membros da equipe das áreas de Educação, Treinamento de Professores (05), Engenharia e Tecnologia (06) poderão participar do Projeto.

Observe que a área de estudo será levada em consideração durante o processo de seleção, juntamente com outros fatores, como as notas do candidato, o equilíbrio entre as instituições, gênero sexual e outras questões transversais, etc.

 

Apoio financeiro

Todos os candidatos selecionados receberão um subsídio mensal para cobrir os custos de subsistência no país anfitrião, uma passagem aérea de ida e volta, além de um seguro de saúde, de acidentes e de viagem válido durante todo o período de mobilidade na Europa ou no Brasil. Os estudantes também são isentos do pagamento de mensalidades na instituição anfitriã, pois elas serão pagas pelo Projeto (quando aplicável).
O valor do subsídio mensal varia de acordo com o tipo de mobilidade, da seguinte maneira:

Estudantes de graduação 1.000 euros/mês
Estudantes de doutorado 1.500 euros/mês
Pesquisadores de pós-doutorado 1.800 euros/mês
Membros da equipe 2.500 euros/mês